segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Estrela (de)cadente

Hei, por que olha para os céus? Por que confia teus sonhos a uma estrela cadente? Ela não te escuta, não te importa. Se essa estrela não pode manter a si, fixa no firmamento, poderia, ela, assegurar os desejos teus? Não vê?! Ela está caindo, morrendo, o que você pede para a morte? Ela se despede ardendo em chamas, trágico! Não te ouvirá, nem tampouco te atenderá, só perece e será fatalmente desintegrada. Se cair na terra, será inútil como uma pedra, e se cair no mar?! Esqueça, ela não sabe nadar, não te fará nenhum favor, nem brilho terá mais, não a espere, ela não vem, não peça, ela não te atende, não acende, pois morre, apaga. Eis que a estrela desce, e não sobe, vai, e não vem, cai, e não levanta, não acende nem ascende. Cadente não é ascendente, é (de)cadente.
Anne Andrade
18 de outubro de 2010 

6 comentários:

  1. ' Pooow bixo, você é demais, nem tenho mais palavras, Enna, tudo o que tô falando tá se tornando redundante já
    mas você sabe tudo o que eu penso a respeito de sua genialidade
    Foi esse o que você fez ontem na sala? no dia do meu niiver \o/ haha

    ResponderExcluir
  2. oun, você postou! \o/
    Lindo, cabecinha brilhante! *-*

    ResponderExcluir
  3. Realmente MUITO bom!!!!

    ResponderExcluir
  4. legal sua foto, legal seus sonhos eu vou ser cientista da nasa quando eu me formas e

    ResponderExcluir
  5. que lindo adorei seu texto bcombina com vc. E vc é muito legal
    THHHAAAWWWBVFSCJÇ

    ResponderExcluir